Saúde ao seu alcance

Herpes precisa ser tratada logo no início

Herpes precisa ser tratada logo no início

A herpes é uma doença infecciosa bastante contagiosa, que afeta boa parte da população. Uma vez contaminada a pessoa poderá desenvolver a doença diversas vezes ao longo da vida, pois o vírus permanece alojado no organismo.

Entre os principais fatores que podem desencadear a doença estão o estresse, a exposição excessiva ao sol, febre, período menstrual, uso de determinados medicamentos e situações de redução da resistência física.

Os sintomas das manifestações, que geralmente acontecem na região dos lábios e dos genitais, são formigamento, adormecimento,  sensibilidade no local infectado e pequenas bolhas envoltas por uma coloração avermelhada. Isso ocorre porque quando a superfície das bolhas se rompe, cria o aspecto de úlceras pequenas.

Na evolução, as bolhas secam formando as crostas. Na maioria das vezes elas cicatrizam sem deixar marcas. Durante todo esse processo o risco de transmissão do vírus é maior. Para evitar o contágio com o vírus causador Herpes não se deve utilizar objetos de pessoas com a doença ativa como talheres, copos, batons, entre outros. No caso da herpes genital é necessário utilizar preservativos.

Apesar de não haver cura para a doença, os sintomas podem ser tratados com antivirais orais ou pomadas para encurtar a duração e amenizar os sintomas. Para saber qual o medicamento adequado para o tratamento o ideal é procurar o médico. Outro ponto importante é que o tratamento oferece melhor resultando quando iniciado nas primeiras 72 horas após o surgimento dos primeiros sintomas.

Por isso, se você apresenta alguns dos sintomas, marque agora mesmo uma consulta com um dos dermatologistas da Megamed, disponíveis de segunda a sexta das 8h às 18h. Basta ligar para (11) 2222-1215 de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

 

 

Conheça os tipos de herpes

A herpes é classificada em dois tipos a simples e a Zoster.  A diferenciação entre uma e outra se faz pelo vírus causador e pela área de ocorrência.

A Simples 1 ocorre com frequência na região oral e a Simples 2, na genital. Já a Zoster tem como agente o mesmo vírus da catapora e, normalmente, é uma forma da doença se remanifestar. As áreas atingidas por essa último tipo da doença geralmente são os nervos ficam entre as costelas na horizontal e o nervo trigêneo da face, a partir da orelha.